LemonNews 10ª Edição – Hoteis homologados

Homologação de hotéis: Qual a importância desse processo?

 

No planejamento das viagens corporativas, um dos detalhes que deve ser priorizado é a escolha adequada do hotel. E com a adoção de tarifas dinâmicas pelo segmento, reservar com antecedência pode trazer mais possibilidades e preços acessíveis.

 

Ainda assim, definir o hotel pode não ser uma tarefa tão simples, pois existem inúmeras variáveis que influenciam esse processo, afetando tanto a experiência do viajante quanto o orçamento previsto.

 

Para que a viagem seja ainda mais produtiva, a empresa deve considerar algumas variáveis na seleção do hotel mais adequado, para que o usuário possa além de trabalhar, ter o descanso necessário.

Desta forma, a empresa deve analisar não somente a questão tarifária, mas levar em consideração aspectos como:

  • Localização – pode não ser o hotel com a melhor tarifa na comparação, mas deve-se contemplar os custos e tempo de deslocamento do viajante;
  • Deslocamento – de acordo com a política da empresa, nem sempre está autorizado o uso do táxi como meio de transporte, portanto é importante considerar os demais meios disponíveis na região em que o hotel está localizado;
  • Conforto – não é necessário que seja um hotel de luxo, mas sim confortável e o melhor avaliador nesse caso é o usuário, portanto é importante levar em consideração as experiências dos mesmos para homologação do hotel;
  • Cancelamento – como podem ocorrer imprevistos, antes de homologar o hotel, vale a pena conhecer em detalhes sua política de cancelamento, evitando assim, cobranças adicionais/inesperadas;
  • Prazo extra – muitas vezes, por conta dos horários dos voos ou mesmo de reuniões programadas, o viajante precisa entrar mais cedo ou sair mais tarde do hotel, por isso é recomendado que esta condição seja negociada antes de reservar o hotel;
  • Refeições – se o hotel fica bem próximo da empresa, fazer a refeição em seu restaurante com um preço diferenciado ou mesmo incluso na tarifa, pode ser uma boa alternativa para reduzir as despesas de viagem;
  • Salas de reuniões – podem surgir demandas de reuniões que requeiram salas no hotel, por isso é sempre bom verificar a disponibilidade destes espaços na unidade em questão, evitando transtornos futuros;
  • Segurança – para homologar um hotel, não se pode considerar apenas o preço, mas sim questões de segurança como monitoramento 24 horas, câmeras, seguranças, controles de acesso, sem falar na avaliação do entorno;
  • Internet – atualmente a agilidade na comunicação é um fator fundamental para as empresas, portanto o hotel deve oferecer Internet wi-fi de qualidade e preferencialmente sem custo adicional, pois dependendo do valor cobrado, pode acabar aumentando consideravelmente os custos de viagem.

Em casos pontuais em que o viajante encontre alguma nova opção, pode fazer a indicação do hotel à sua empresa, de forma que passe pelo processo de homologação e negociação das tarifas.

Para auxiliar nesse processo o uso de uma ferramenta que possa agrupar todos os critérios utilizados na homologação do hotel, facilita muito no controle das empresas e para o viajante que conseguirá enxergar as variáveis contempladas.

Fonte: Lemontech.